Fique por dentro do

mundo angelus

Como escolher uma boa especialização em endodontia?
Gestão
< Voltar

Como escolher uma boa especialização em endodontia?

Angelus | 5 de junho de 2019 A Odontologia é formada por uma grande número de especialidades. Isso significa que o profissional formado na área pode se tornar um clínico geral ou optar por uma atuação em uma especialidade. A especialização em endodontia passou a ser uma das mais procurada nos últimos anos e segue chamando a atenção de profissionais. Ainda assim, muitas pessoas não sabem o que considerar na hora de escolher um bom curso. Se esse é o seu caso, então não deixe de ler este post completo sobre o assunto para tomar uma decisão acertada. Vamos lá? Avalie a reputação da instituição Esse aspecto costuma ser um dos passos mais importantes para quem quer escolher uma boa especialização em Endodontia. Nada mais natural, já que fazer um curso em uma instituição que não tenha uma boa estrutura e professores renomados pode trazer poucos resultados na sua formação, causando, assim, uma frustração profissional. Apostar em um local que não tenha os reconhecimentos que o mercado procura pode transformar a especialização em uma perda de tempo e dinheiro. Isso porque o “diploma” não é para ser guardados em uma gaveta, mas deve passar credibilidade e demonstrar que você se tornou um especialista com grandes conhecimentos na área em que se propôs a fazer o curso. Portanto, não abra mão de fazer uma avaliação consistente das instituições disponíveis. Analise a sua reputação no mercado e procure por uma que agregará valor à sua carreira, mesmo que tenha que investir um pouco mais por isso. Analise a qualidade dos professores Ao fazer uma pesquisa sobre as instituições de ensino, informe-se sobre os professores responsáveis pela grade do curso, investindo o tempo necessário nessa atividade. Esse é um aspecto importantíssimo, mas que pode ser ignorado pela ansiedade de iniciar o curso. Os professores devem ser pessoas com experiência comprovada na área em que você deseja se especializar. A oportunidade de aprender com profissionais competentes torna a aprendizagem facilitada. Professores com currículo teórico e prático podem compartilhar experiências que tiveram durante situações reais que você, com certeza, enfrentará na sua rotina de trabalho. Considere os custos, horários e pré-requisitos Muitos profissionais não calculam adequadamente os investimentos financeiros e a queda de faturamento pela diminuição do tempo clínico que ocorrerá durante a fase do curso. A falta de análise desse ponto acaba gerando certa dor de cabeça pouco tempo depois. Uma pós-graduação ou especialização deve caber no seu orçamento financeiro e na sua agenda, caso contrário, vai acabar se tornando um peso. Uma dica é avaliar opções do mercado que tenham horários compatíveis com sua atividade profissional e custos que estejam dentro do seu orçamento. Além disso, lembre-se de considerar especializações que se encaixem no que você sonha para sua carreira. Somado a isso, preste atenção nos pré-requisitos de cada instituição. Eles também devem ser analisados com cuidado, pois nem sempre os cursos estão disponíveis para todos os interessados. Alguns, por exemplo, requerem um tempo de atuação em determinada área ou, ainda, certificados de outros cursos. Pondere sobre a relevância do curso para sua área Alguns profissionais acabam caindo na cilada de fazer uma especialização simplesmente para obter certo status na carreira. Sabemos que existe uma pressão do mercado para que o profissional esteja sempre atualizado. No entanto, a decisão de se fazer uma especialização deve ser embasada em uma análise de custo-benefício, após um estudo sólido de todas as variáveis envolvidas. Além de ser um grande investimento, muitas vezes, o curso acaba não sendo relevante para os objetivos profissionais e acaba se tornando um verdadeiro desperdício de tempo e dinheiro. A nossa dica, nesse sentido, é analisar com calma os investimentos, a grade curricular, a equipe de professores, o tempo de duração do curso, o número de profissionais que concorrerá com você na sua região e outros pontos que podem contribuir para suas pretensões futuras. Observe, ainda, se o curso tem uma metodologia que permite colocar em prática o que foi aprendido ou se tem um perfil mais teórico. Pense na possibilidade de aumentar o networking Uma grande vantagem para quem busca o crescimento em um curso de especialização é a possibilidade de expandir o networking com outros profissionais da mesma área de conhecimento. A convivência com pessoas com outras experiências e visões é muito enriquecedora e ajuda a ampliar a visão da carreira e do mercado de atuação. De forma complementar, é possível, ainda, fazer novas amizades e fechar parcerias profissionais. Assim, fica ainda mais fácil continuar aprendendo com outros especialistas, cujos conhecimentos podem colaborar para o seu crescimento profissional! Portanto, não perca a possibilidade de contar com uma ajuda desse tipo. Você vai perceber que, desse modo, torna-se mais fácil entender sobre soluções de problemas da sua área. Pesquise sobre a satisfação de ex-alunos Os profissionais que já fizeram esse curso podem falar com propriedade se ele é mesmo o que você procura. Eles podem definir com precisão o nível dos conhecimentos adquiridos, o relacionamento com os professores, a qualidade dos conteúdos e outros detalhes particulares de seu interesse. Uma dica é procurar contato com um (ou alguns deles) e, assim, alinhar as expectativas. As redes sociais podem ser grandes facilitadoras nesse sentido — com uma rápida conversa, você poderá decidir com mais clareza se deve se inscrever em determinada especialização ou não. Cheque a duração do curso Para fechar nossas dicas sobre como escolher uma boa especialização em endodontia, não poderíamos deixar de enfatizar mais uma vez a duração do curso. Antes da escolha, analise a carga horária, os dias de aula e o tempo total de duração. Alguns profissionais ficam profundamente frustrados quando percebem que uma especialização é mais curta ou mais longa que o esperado. Para não ter que lidar com essa situação, faça uma boa análise previamente à inscrição no curso. Depois de ler este post com algumas dicas valiosas para escolher uma boa especialização em endodontia, não deixe de considerar esses aspectos. Como adiantamos, o ideal é que o curso garanta o retorno esperado pelo tempo e dinheiro investidos. E você, lembrou de algum outro ponto que deve ser considerado nesse sentido? Então compartilhe nos comentários e ajude outras pessoas a fazerem uma boa escolha! biossegurança para consultório odontológico
4 dicas eficientes para a gestão do seu consultório!Powered by Rock Convert