Fique por dentro do

mundo angelus

Odontopediatria
Gestão
< Voltar

Odontopediatria: um mundo desafiador, mas encantador

Angelus | 30 de setembro de 2020

A odontopediatria é um ramo da odontologia muito recompensador. O profissional tem a oportunidade de acompanhar todo o processo de desenvolvimento do seu paciente, desde bebê até a adolescência, participando de todas as mudanças que acontecem em cada fase.

Porém, justamente por isso, essa também é uma área muito desafiadora. Afinal, ao longo desse processo, podem ocorrer desafios diversos que exigem conhecimento e habilidade. Além disso, as necessidades do bebê, da criança em cada faixa etária e do adolescente são diferentes, bem como seu comportamento.

Para oferecer um atendimento de qualidade a esse público tão especial, é fundamental que o profissional esteja bem preparado com ambiente e materiais adequados. Para que você entenda melhor, preparamos este artigo mostrando algumas dicas para ter um atendimento odontopediátrico de excelência. Continue lendo!

A odontopediatria e seus desafios

O atendimento odontopediátrico se inicia mesmo antes dos primeiros dentes começarem a nascer e se estende até a adolescência, quando os decíduos são substituídos pela dentição permanente. Todo este processo ocorre no intervalo de tempo aproximado de 12 ou 13 anos.

Assim, o primeiro desafio do profissional que escolhe a odontopediatria é manter-se atualizado. Ele precisa acumular um amplo conhecimento dos diferentes quadros clínicos que se manifestam nessas faixas etárias, bem como da melhor abordagem em cada caso.

É importante lembrar de que estamos falando de um atendimento que é diferente daquele oferecido para os adultos. Para eles, podemos manter o foco na dificuldade e sua solução, mas, quando se trata de crianças, o indivíduo deve estar no centro.

Aqui, além dos saberes técnicos, o odontopediatra precisa entender o comportamento do seu paciente. Questões psicológicas estão diretamente envolvidas com o sucesso do tratamento. Portanto, o profissional deve saber como conduzir seu pequeno paciente, para que ele aceite as intervenções e seja cultivada uma relação positiva.

O tratamento odontológico e o desenvolvimento psicológico da criança

A criança precisa de acompanhamento odontológico – isso é inegável. Porém, o profissional precisa conhecer as características naturais do desenvolvimento infantil, seus respectivos medos, inseguranças e limitações, para traçar a melhor abordagem para a criança. O não conhecimento e/ou desrespeito aos limites do paciente podem dificultar ou mesmo inviabilizar o atendimento. Por isso, conhecer as fases do crescimento e desenvolvimento infantil é imprescindível para o tratamento odontológico da criança.

O profissional deve analisar o seu paciente a partir do primeiro momento que ele entra no consultório. É importante conhecer o comportamento e a personalidade da criança para entender de forma precoce a imagem que ela tem do dentista e da clínica.

Algumas crianças chegam ao consultório amedrontadas, inseguras ou muito acanhadas, o que pode ser percebido, por exemplo, pela proximidade com a mãe. Em todos os casos, é fundamental identificar o comportamento para definir a melhor abordagem, porque ela fará a diferença na construção de uma relação de confiança com o pequeno.

Além disso, devemos relacionar o comportamento à faixa etária. Até os 3 anos, é natural que a criança sinta medo, porém, a partir dos 4, quando a persistência ou a insegurança são muito acentuadas, isso pode estar relacionado a experiências traumáticas ou a uma conceituação equivocada que a criança tem do tratamento odontológico.

A importância de contar com materiais diferenciados

Para que um tratamento odontológico seja bem-sucedido, independentemente da idade do paciente, é preciso que ele seja colaborativo. Portanto, os profissionais que trabalham com odontopediatria precisam que a criança aceite o tratamento e permita as intervenções.

Isso fica mais fácil quando o consultório se torna um lugar atrativo e interessante para ela. Para alcançar esse objetivo, podemos utilizar materiais inovadores que tenham uma temática lúdica, remetendo ao universo infantil, a fim de cativar a simpatia dos pequenos.

Esse diferencial precisa começar já na estrutura da clínica. Se ela oferece a especialidade de odontopediatria, o ideal é que o espaço tenha uma decoração e elementos que conversem com esse público. As cores, os temas, a mobília e um espaço de entretenimento fazem toda diferença para minimizar a insegurança e o estresse.

No que se refere ao atendimento em si, é interessante que o profissional escolha trabalhar, por exemplo, com um sugador que tenha uma cor ou um formato fora do convencional, para que a criança se sinta atraída, e não ameaçada pelo instrumento. Esse cuidado proporciona benefícios para o paciente e para o profissional.

Para o paciente

A utilização de materiais lúdicos e inovadores na odontopediatria beneficia a criança porque minimiza o medo e a insegurança que ela pode sentir. Ao encontrar um espaço adaptado ao seu universo, ela se sente muito mais à vontade e acolhida, fazendo com que o tratamento seja uma experiência positiva.

Além disso, o intuito desses materiais também é tornar os tratamentos mais confortáveis e rápidos. Assim, ela não sente o estresse de precisar permanecer muito tempo com alguém mexendo em sua boca, não experimenta dores e outros incômodos.

Para o profissional

Os materiais para atendimento odontopediátrico foram projetados e desenvolvidos visando facilitar o trabalho do profissional. O objetivo é possibilitar que ele realize o procedimento de uma forma muito mais rápida, com a mesma eficácia e qualidade. Afinal, quando se trata de crianças, apenas um minuto é crucial para o sucesso ou fracasso da consulta.

Sendo assim, esses materiais têm uma apresentação comercial atrativa para o pequeno e mais prática, sendo pré-dosados e pré-medidos, para que o profissional os manuseie com uma velocidade maior. Ele ganha tempo e pode realizar os processos com segurança e eficácia.

O evidenciador de placa da Angelus

Existem diferentes materiais específicos para odontopediatria. A Angelus desenvolveu uma linha chamada Angie, que conta com diversos itens para tornar o trabalho mais prático e envolver a criança no atendimento. Existe, por exemplo, um anel para pasta profilática, que pode ser colocado na mão da criança, e uma caixa especial para acondicionar os dentes decíduos esfoliados.

Outro item muito interessante é o evidenciador de placa da Angelus. Ele permite visualizar com maior facilidade o acúmulo de placa bacteriana, ou seja, os locais que não estão recebendo a devida atenção durante a higiene bucal.

O profissional não tem dificuldade para identificar esse problema, por isso, o evidenciador de placa é muito útil para mostrar à criança e aos pais onde o problema está localizado. Assim, podem adotar uma rotina de higiene mais eficaz.

Portanto, o evidenciador de placa da Angelus possibilita alcançar dois importantes objetivos: a ilustração para a criança e a educação e instrução dos pais.

Ilustração para a criança

Como o evidenciador de placa faz o tingimento das áreas com acúmulo de biofilme, a criança pode ver com um contraste bem maior as regiões onde o biofilme está depositado. Assim, ela percebe a necessidade de escovar melhor seus dentes.

Educação e instrução dos pais

Como, em muitos casos, são os pais que realizam a higiene bucal da criança, ou supervisionam esse processo, o evidenciador de placa ajuda a mostrar as áreas da boca que precisam de uma atenção maior.

Além disso, esse produto assume uma tonalidade diferente para as placas antigas e as recentes. Então, o profissional consegue instruir de maneira mais ampla, mostrando como o biofilme permanece aderido aos dentes mesmo após um longo período e depois de diversas escovações.

A odontopediatria oferece desafios constantes, por isso, este ramo da odontologia requer bom preparo profissional e a adoção de materiais inovadores, dessa forma é possível oferecer um atendimento de excelência. Não se esqueça da importância de investir em marcas de confiança, para ter uma produtividade maior e garantir a segurança dos seus pequenos pacientes, bem como a satisfação dos pais.

Saiba mais sobre a linha Angie e outros produtos oferecidos pela Angelus. Entre em contato com nossa equipe e conheça nossas soluções!