Fique por dentro do

mundo angelus

Contabilidade para dentistas: descubra qual a importância
Gestão
< Voltar

Qual a importância da contabilidade para dentistas? Descubra!

Angelus | 17 de outubro de 2019É cada vez mais comum encontrar dentistas especializados na tarefa de detectar qualquer irregularidade bucal. Eles conseguem reconhecer uma cárie ou qualquer outra anormalidade a quilômetros de distância.Por outro lado, poucos de nós desenvolveram a habilidade de acompanhar financeiramente o andamento do seu negócio. É claro que isso não significa que desconheçamos tudo do processo, mas é bem verdade que acabamos perdendo oportunidades de potencializar os resultados por conhecermos pouco de contabilidade para dentistas.Se você quer deixar essa realidade para trás e entender um pouco mais sobre como a gestão do seu consultório pode acontecer de forma mais eficiente, está no lugar certo! Leia este artigo até o final e fique por dentro do assunto.

Qual a importância da contabilidade para dentistas?

A operação de todo consultório odontológico deve estar enquadrada na legislação vigente. Como isso não é tarefa fácil, é importante que o todo proprietário saiba fazer (ou acompanhar) um planejamento tributário cuidadoso, tendo em vista que isso define quanto ele terá que pagar de imposto e, como consequência, o lucro que terá.Veja a seguir alguns aspectos que devem ser considerados.

Defina a forma de atuação

Tudo começa com a definição de atuação: se acontecerá como profissional liberal ou como empresa. Esse passo é determinante sobre como atuar nas outras esferas.Depois de decidido isso, é importante esclarecer as determinações e resoluções existentes. Entre as mais comuns, podemos destacar o registro no Conselho Regional de Odontologia e a aprovação de Vigilância Sanitária da cidade em que vai atuar. Esses dois aspectos devem estar em dia para garantir a continuidade do seu trabalho sem grandes dores de cabeça.Como a prática é pouco usual para a maioria dos profissionais do setor, uma dica pode ser contar com o suporte de um profissional terceirizado. Caso fique desconfortável com essa alternativa, tenha em mente que ele já sabe como atender aos requisitos estabelecidos e ainda como conduzir a documentação necessária.

Pense na contabilidade

A contabilidade também merece atenção, já que todo profissional liberal precisa pagar uma taxa para exercer sua atividade. Conhecer um pouco melhor o detalhe de cada uma dessas taxações faz com que você possa desembolsar o mínimo possível.Se você não tem esse hábito, saiba que isso tudo pode ser feito por meio de uma análise sobre o melhor regime tributário (e, para isso, é importante considerar os valores totais de faturamento e outros detalhes).

O que considerar?

Caso decida seguir como um profissional autônomo, é importante recolher impostos mensalmente por meio da tabela de Imposto de Renda Pessoa Física. Isso significa que todas as despesas (como folha de pagamento, água, telefone, aluguel e INSS) referentes ao consultório devem ser lançadas por meio do Livro Caixa.Caso não haja um acompanhamento de contabilidade, as deduções não podem ser feitas. Isso pode fazer com que o imposto incida sobre o faturamento bruto do profissional — e acabe comprometendo parte significativa da renda. Motivo de sobra para dar atenção para esse aspecto, não é mesmo?Aqueles que optam pela abertura de uma empresa também devem se informar. Nesse caso, a empresa pode fazer a opção da modelo Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real. A escolha deve ser pautada pela simulação das três opções oferecidas, para identificar qual a melhor para cada negócio. De um modo geral, a tributação costuma ser bem menor nesses casos, mas isso não significa que ela seja a alternativa mais vantajosa para todos os profissionais.

Como obter resultados melhores?

Descubra abaixo algumas medidas que você pode adotar para atingir os melhores resultados quando o assunto é contabilidade para dentistas.

Separe as despesas pessoas das empresariais

É muito comum encontrar profissionais que misturam os dois fluxos de caixa, mas esse é um grande erro. O consultório deve ter a gestão financeira à parte — e precisa considerar os materiais, medicamentos, funcionários e outros custos envolvidos no seu funcionamento.A melhor opção é seguir com todos os gastos registrados de forma separada, pois assim fica mais fácil ter um controle mensal de como eles andam. E tem mais: assim também é mais claro perceber como agir em caso de redução de gastos ou investimentos.

Tenha noções de contabilidade

Por mais que você terceirize todo esse trabalho, é importante se familiarizar um pouco com o tema. Essa é uma forma de entender qual é o caminho escolhido e como eles impactam o seu negócio (um aspecto que deve ser de interesse de qualquer gestor).Um software de contabilidade, por exemplo, pode ser uma ótima pedida. Ele simplifica muito as tarefas que o dentista tem que fazer (como faturamento do consultório, envio de faturas e outros detalhes do tipo) e ainda permite que o profissional acompanhe melhor tudo que acontece.

Conte com suporte de uma empresa especializada nesse tipo de serviço

Por mais importante que seja ter noção de contabilidade para dentistas, lembre-se que essa não é a sua especialidade. Portanto, acompanhe esse tema, mas tenha em mente que, enquanto seu principal objetivo é resolver as necessidades dos seus pacientes, uma empresa de contabilidade toma conta das burocracias de maneira muito mais correta — uma vez que conta com especialistas na área.A melhor alternativa é contar com o suporte de uma empresa especializada. Como ela já desenvolveu esse tipo de expertise, fica mais fácil encontrar as melhores alternativas sem ter que dedicar muita energia para isso.

Tenha tudo disponível de forma online

Foi-se o tempo em que os dentistas esperavam um papel de um contador tradicional que faz tudo por papel. Hoje as demandas são bem diferentes e, como você deve imaginar, a contabilidade para dentistas também passou a explorar as plataformas online para trazer mais eficiência e segurança para os processos.A contabilidade online é uma ótima forma de aumentar a eficiência e conseguir lucros maiores no decorrer do tempo. Assim fica mais fácil acompanhar a tributação, rastrear os pagamentos dos pacientes e ainda gerar/enviar faturas. Portanto, independente se você é um pequeno consultório ou uma grande clínica, tenha em mente que ter tudo online é uma ótima alternativa e que hoje em dia essas plataformas podem ser adaptadas para a sua realidade e necessidades particulares.Agora que você entende um pouco melhor como a contabilidade para dentistas é importante, dê o destaque que ela precisa na gestão do seu consultório. Confie os cuidados dessa área do seu negócio para alguém devidamente capacitado e desfrute do melhor regime de tributação para o seu caso.Se você quer continuar se informando sobre como cuidar do seu consultório, então leia agora mesmo o nosso texto sobre os equipamentos odontológicos. Nos encontramos por lá!